logo_fundoescuro

Como se proteger da dengue: Dicas úteis e práticas

A dengue é uma doença viral transmitida principalmente pelo mosquito Aedes aegypti. Ele também pode transmitir outras doenças como zika, chikungunya e febre amarela. Algumas atitudes podem evitar que o mosquito se prolifere. Além disso existem hábitos que podem te proteger da dengue caso esteja em um ambiente com criadouro do mosquito:

Eliminar Áreas de Reprodução do Mosquito:

Remova qualquer recipiente ou objeto em sua casa ou quintal que possa acumular água parada. Como pneus velhos, garrafas vazias, latas, e vasos de plantas. O mosquito da dengue se reproduz em água parada.

Cuidar do Armazenamento de Água:

Mantenha as caixas d’água sempre fechadas com tampas adequadas e troque a água dos vasos de plantas regularmente.

Usar Telas de Proteção:

Mantenha as janelas e portas protegidas com telas para impedir a entrada dos mosquitos.

Usar Repelente de Mosquitos:

Use repelentes de insetos quando estiver ao ar livre. Especialmente durante o amanhecer e o entardecer, quando os mosquitos são mais ativos.

Vacinar contra a Dengue:

É importante saber que a vacinação contra a dengue tem considerações específicas e não é recomendada para todos. Por exemplo, pessoas que nunca foram infectadas pelo vírus da dengue podem estar em maior risco de desenvolver a doença. No caso de serem vacinadas sem antes terem sido expostas ao vírus. Portanto, o uso da vacina e as recomendações de vacinação podem variar. Tudo funciona de acordo com as diretrizes de saúde pública em cada país.

Usar Roupas Adequadas:

Use roupas que cubram a maior parte do corpo. Calças compridas e blusas de mangas compridas são indicadas, principalmente em áreas onde a incidência de dengue é alta.

Colaborar com a Comunidade:

Participe ou promova esforços na sua comunidade para eliminar focos de reprodução do mosquito, como campanhas de limpeza.

Seguindo essas orientações, você estará ajudando a prevenir a propagação da dengue. Além de estar protegendo a si mesmo e à sua comunidade. Mas além disso, é importante estar ciente dos sintomas e mais detalhes sobre a dengue. Para que possa se cuidar caso apresente algum sintoma.

Os principais sintomas da dengue podem variar de leves a graves. Geralmente começam a se manifestar de 4 a 10 dias após a picada do mosquito infectado. Os sintomas mais comuns incluem:

1. Febre Alta: Geralmente começa abruptamente e pode durar de 2 a 7 dias.

2. Dor de Cabeça Intensa: A dor é frequentemente localizada atrás dos olhos.

3. Dor Muscular e Articular: Podem ocorrer dores intensas nos músculos, articulações e ossos.

4. Dor nos Olhos: Principalmente ao mover os olhos.

5. Erupção Cutânea: Pode aparecer após alguns dias de febre.

6. Náuseas e Vômitos: Podem ocorrer, especialmente em crianças.

7. Dor Abdominal: Às vezes acompanhada de vômitos.

8. Cansaço e Fraqueza Intensa: Pode persistir por várias semanas após a recuperação.

Os sintomas da dengue podem ser semelhantes aos de outras doenças virais, como gripe ou resfriado. Por isso é importante procurar atendimento médico se você apresentar sintomas como febre alta persistente e dor intensa. Principalmente se estiver em uma área onde a dengue é comum. Em casos mais graves, a dengue pode evoluir para dengue grave. A dengue hemorrágica: que é potencialmente fatal e requer atenção médica urgente.

Repelentes caseiros para prevenir a dengue

Existem algumas opções de repelentes caseiros que podem ajudar a afastar os mosquitos. Incluindo o Aedes aegypti, que transmite a dengue. No entanto, repelentes caseiros podem ter eficácia limitada em comparação com produtos comerciais. Aqui estão alguns repelentes caseiros que você pode experimentar:

Óleo de Eucalipto-Limão: Este óleo essencial possui propriedades repelentes

naturais. Misture algumas gotas de óleo de eucalipto-limão com água e aplique em áreas expostas da pele.

Óleo de Citronela: O óleo de citronela é conhecido por sua capacidade de afastar insetos. Você pode aplicar o óleo diluído na pele ou em recipientes ao redor da casa.

Vinagre de Maçã: O vinagre de maçã pode ser usado como um repelente de insetos. Misture partes iguais de vinagre de maçã e água em um borrifador. Aplique em superfícies ou áreas onde pode ter mosquito.

Cravo-da-índia: O cravo-da-índia possui propriedades repelentes naturais. Você pode espetar alguns cravos em limões cortados ou colocar cravos em um recipiente com água. Isto serve para ajudar a afastar os mosquitos.

Lavanda: O óleo essencial de lavanda possui um aroma agradável para os humanos, mas é desagradável para os mosquitos. Use óleo de lavanda diluído na pele ou em difusores dentro de casa.

É importante lembrar que os repelentes caseiros podem precisar ser reaplicados com mais frequência. Se comparado aos repelentes comerciais, e sua eficácia pode variar. Além disso, para proteção eficaz contra a dengue, considere combinar o uso de repelentes caseiros com medidas de controle ambiental. Como eliminação de focos de reprodução de mosquitos ao redor da sua casa.

Se você está sentindo dores no corpo, náuseas, febre ou outros sintomas da dengue fala conosoco. Agende uma consulta com um médico na Central de Consultas pelo site centraldeconsultas.med.br ou Whatsapp (51) 3227-1515

Compartilhar: