central-de-consultas-logotipo-19-anos

Saiba como viver bem tendo intolerância à lactose e ao glúten

A intolerância à lactose e ao glúten são condições digestivas comuns, que muitas vezes são confundidas devido a sintomas sobrepostos. Por isso, é importante entender as diferenças e semelhanças entre as duas condições, assim como os possíveis tratamentos.

No artigo de hoje, falaremos mais sobre a intolerância à lactose e intolerância ao glúten de acordo com os tópicos abaixo:

  • Intolerância à lactose x Intolerância ao glúten
  • Tratamento para intolerância à lactose e ao glúten
  • Alimentos que intolerantes à lactose e ao glúten devem evitar

 

 

 

INTOLERÂNCIA À LACTOSE X INTOLERÂNCIA AO GLÚTEN

A intolerância à lactose envolve a dificuldade em digerir o açúcar do leite, resultando em desconforto abdominal, gases e diarreia. Por outro lado, a intolerância ao glúten está relacionada à incapacidade de processar essa proteína presente em trigo, cevada e centeio, causando inflamação intestinal e sintomas semelhantes.

 

A confusão surge porque os sintomas podem ser semelhantes, incluindo distensão abdominal e desconforto gastrointestinal. Além disso, algumas pessoas podem ter intolerância à lactose e intolerância ao glúten ao mesmo tempo, complicando o diagnóstico.

 

É crucial diferenciar as condições para um tratamento adequado. Testes específicos, como exames de sangue para anticorpos e biópsias intestinais, ajudam a diagnosticar a intolerância ao glúten (doença celíaca). Para a intolerância à lactose, testes de hidrogênio expirado ou tentativas de eliminação são comuns.

 

A conscientização sobre as diferenças é fundamental para uma abordagem eficaz. Consultar um profissional de saúde para avaliação e diagnóstico preciso é essencial, permitindo que indivíduos gerenciem sua dieta de forma mais informada, promovendo assim uma melhor qualidade de vida.

 

 

 

TRATAMENTO PARA INTOLERÂNCIA À LACTOSE E AO GLÚTEN

Enfrentar a intolerância à lactose e ao glúten pode parecer desafiador, mas com as estratégias de tratamento certas, é possível levar uma vida plena e saudável.

 

Intolerância à Lactose:

  1. Moderação e monitoramento: Evite grandes quantidades de produtos lácteos de uma só vez.

 

  1. Alternativas sem lactose: Opte por produtos lácteos sem lactose, como leite sem lactose ou queijos envelhecidos, mais baixos nesse açúcar.

 

  1. Suplementação Enzimática: Utilize suplementos de lactase para auxiliar na digestão da lactose, especialmente antes das refeições lácteas.

 

Intolerância ao Glúten:

  1. Dieta livre de glúten: Elimine trigo, cevada e centeio da dieta, optando por alternativas sem glúten como arroz, milho e quinoa.

 

  1. Leitura de rótulos: Esteja atento aos ingredientes, buscando alimentos rotulados como “livres de glúten”.

 

  1. Acompanhamento Médico: Consulte regularmente um especialista para monitorar a saúde intestinal e ajustar a dieta conforme necessário.

 

Considerações Gerais:

  1. Suplementos nutricionais: Garanta a ingestão adequada de nutrientes, considerando suplementos quando necessário.

 

  1. Apoio profissional: Consulte nutricionistas ou médicos especializados para orientação personalizada.

 

Lembrando que cada indivíduo é único, e o tratamento deve ser adaptado às necessidades específicas. Com disciplina, educação alimentar e apoio profissional, é possível desfrutar de uma vida plena mesmo enfrentando intolerâncias alimentares.

 

 

 

ALIMENTOS QUE INTOLERANTES À LACTOSE E AO GLÚTEN DEVEM EVITAR

Para quem enfrenta intolerância à lactose e ao glúten, a escolha cuidadosa dos alimentos é crucial para evitar desconfortos gastrointestinais e promover uma vida saudável. Conhecer quais alimentos os intolerantes devem evitar é o primeiro passo para uma dieta equilibrada e livre de complicações.

 

Intolerância à Lactose:

  1. Leite e Produtos Lácteos Convencionais: Evitar leite, queijos, iogurtes e sorvetes convencionais, que contêm lactose em quantidades significativas.

 

  1. Alimentos Processados com Lactose: Muitos alimentos industrializados contêm derivados de leite, como molhos, bolos e biscoitos.

 

  1. Margarina e Creme Vegetal: Alguns produtos podem conter lactose ou traços dela, sendo importante verificar os rótulos.

 

Intolerância ao Glúten (Doença Celíaca):

  1. Trigo, Cevada e Centeio: Pães, massas e cereais que contenham esses grãos são estritamente contraindicados.

 

  1. Produtos de Panificação Convencionais: Bolos, biscoitos e bolachas geralmente contêm glúten, sendo necessário buscar alternativas sem essa proteína.

 

  1. Cerveja Convencional: Muitas cervejas são feitas com cevada, sendo necessário optar por versões sem glúten.

 

 

Alimentos que Podem Conter Ambos:

  1. Produtos de Panificação Pré-embalados: Muitos desses produtos podem conter tanto lactose quanto glúten, sendo fundamental a leitura cuidadosa dos rótulos.

 

  1. Molhos e Condimentos Processados: Alguns molhos podem conter lactose e glúten, por isso, optar por versões caseiras ou rótulos específicos é a melhor escolha.

 

Cada indivíduo pode reagir de maneira diferente, portanto, é fundamental aprender a identificar e interpretar os rótulos dos produtos. Você pode encontrar valor ao buscar orientação profissional de nutricionistas especializados para construir um plano alimentar adaptado às suas necessidades específicas, o que garante não apenas a ausência de desconfortos, mas também promove uma alimentação saudável e equilibrada.

 

 

Compartilhar: